1. Clínica
  2. Tratamentos
  3. Equipe
  4. Tecnologia
  5. Blog
  6. Marque sua consulta
Marque sua consulta

Blog

imagem do poste do blog

Como o estresse afeta a pele?

, ,

Com a chegada do covid-19 o estresse tornou-se um componente ainda mais presente em nosso dia-a-dia. E como você já sabe o estresse pode ocasionar problemas sérios no corpo, como ansiedade, depressão e complicações cardíacas. Mas vai além: o excesso de tensão também afeta a a saúde e beleza da pele, promovendo o enfraquecimento da cútis, que leva ao envelhecimento precoce.

 

Pensando nisso, a Splendore te conta quais são as principais formas que a tensão se apresenta na sua pele. Olha só!

 

1) O estresse acelera o envelhecimento da pele

O estresse é um dano interno que tem tudo a ver com o surgimento de linhas de expressão, flacidez e manchas na pele, pois incentivam a formação de radicais livres – moléculas instáveis que danificam as células saudáveis do corpo.

 

2) Estresse = Pele ressecada

O seu estilo de vida está interligado até com o viço e maciez da sua pele. O excesso de tensão pode desequilibrar rosto e corpo, fazendo com que eles não fiquem hidratados como deveriam e, consequentemente, mais frágeis.

 

3) O estresse favorece quadros de sensibilidade

Já notou uma certa vermelhidão na pele ao fim do dia? A sensibilidade cutânea está diretamente ligada ao estresse e pode desencadear até rosácea, doença de pele crônica de causa desconhecida, que pode surgir devido à tensão e ansiedade.

 

4) Espinhas e cravos podem surgir devido ao estresse

O excesso de estresse também favorece o surgimento de cravos e espinhas na fase adulta. Isso porque a tensão aumenta a produção das glândulas sebáceas, deixando a pele mais oleosa e obstruindo os poros.

 

 

Agora que você já sabe como o estresse afeta a qualidade da sua pele, que tal aproveitar esse tempo de quarentena – apesar de ser um momento tenso – para rever seus hábitos e cuidar um pouco mais você?