1. Clínica
  2. Tratamentos
  3. Equipe
  4. Tecnologia
  5. Blog
  6. Marque sua consulta
Marque sua consulta

Blog

imagem do poste do blog

Qual o melhor tratamento para estrias? Nossa dermatologista responde essa e outras dúvidas.

, , , ,

Você sabe o que são e qual o melhor tratamento para estrias?

Para começar, elas são cicatrizes que surgem devido à “quebra” das fibras de colágeno e elastina na pele. Embora seja uma marca considerada comum para muitas mulheres, existem algumas pessoas que ainda encaram essas linhas como um grande incômodo estético no corpo. Para quem pensa em acabar com essas marquinhas, nossa dermatologia Dra. Suyan Vasconcelos esclareceu tudo sobre o assunto – desde o melhor tratamento e formas de prevenir.Veja só!

 

1. Por que as estrias surgem?

As estrias surgem devido à degradação das fibras de elastina presentes na pele, que são responsáveis pela sua sustentação e elasticidade, que são resistentes, mas não suportam por muito tempo. Se a pele esticar de forma excessiva há o aparecimento de estrias.

 

2. Onde surgem?

As estrias podem surgir em qualquer lugar do corpo, porém, são mais comuns em lugares que sofrem com o esticamento da pele, como:

– Braços;
– Barriga;
– Glúteos;
– Coxas;
– Seios;
– Costas.

 

3. Quais são os tipos de estria?

Na verdade, não existem tipos, mas, sim, estágios da estria, que começa como uma inflamação, em que as marcas ficam com a coloração avermelhada ou arroxeada – que levam o nome de estrias recentes. Após um tempo, elas cicatrizam e se transformam em linhas brancas.

 

4. Quais são as causas da estria?

Além dos fatores genéticos algumas condições que favorecem o surgimento das estrias:

– Crescimento na adolescência;
– Uso de corticoides;
– Ganho ou perda de peso de maneira rápida;
– Gravidez;
– Musculação intensa;
– Implantes mamários.

 

5. Como prevenir a estria?

Excluindo a causa genética, as estrias podem ser evitadas com alguns cuidados bem práticos com o corpo.

– É muito importante manter o corpo sempre hidratado com dermocosméticos hidratantes indicados pelo dermatologista;
– Beba cerca de dois litros de água por dia;
– Pratique exercícios físicos regularmente;
– Evite a ingestão de doces, gorduras, sal em excesso;
– Invista em uma alimentação balanceada, incluindo frutas, legumes e verduras;

 

5. Quais são os tratamentos para acabar com as estrias?

Os tratamentos visam a renovação da pele e o aumento da produção de colágeno. Por isso, o resultado é mais eficiente em estrias recentes. Sendo assim, os melhores cuidados são:

  • Ácido retinoico: é uma substância derivada da vitamina A e muito utilizado para o tratamento tópico das estrias. Pode deixar a pele mais sensível, causando vermelhidão e descamação, e só deve ser usado depois da indicação médica. Mantenha a região hidratada, o que, além de amenizar a irritação, preserva as fibras.
  • Peelings: são semelhantes aos ácidos, porém, costumam ter uma concentração mais elevada de ativos que proporcionam descamação e vermelhidão local. O procedimento pode, ou não, ser associado à sessões de dermoabrasão, que estimulam a produção de colágeno, promovendo a uniformização da pele e permitindo uma melhor penetração dos ativos.
  • Radiofrequência Microagulhada a Ouro:O estímulo de produção de colágeno acontece tanto pelos microfuros feitos pelas agulhas, que permitem ainda a entrega direta de substâncias que sejam aplicadas em seguida (drug delivery), como pelo aquecimento proporcionado pela radiofrequência. 
  • Laser Etherea: O laser provoca um aquecimento profundo na pele do paciente que leva ao estímulo de colágeno melhorando as estrias. O tratamento é muito seguro e pode ser feito em todos os tipos de pele, inclusive em pessoas bronzeadas. São feitas cerca de 5 ou 6 sessões, com intervalo de 30 dias.

 

O melhor tratamento será aquele definido pela sua dermatologista após uma avaliação personalizada. Cada paciente é único e merece um tratamento também único.